quarta-feira, dezembro 07, 2005

Odeleite - Algarve

 
Jorge Moreira

12 comentários:

TMara disse...

é: o "deleite", teu? ou é mm o nome? è k há nomes próximos mas este n/ conheço e como normalmente são paisagens deleite para olhos e alma....Bj de luz e paz e obrigada. Tu sabes por quê:)

Jorge Moreira disse...

Não posso confirmar que o nome “Odeleite” deriva de “O deleite”. Mas na realidade é um deleite. O Odeleite é um rio afluente do Guadiana. A paisagem é realmente um deleite para os olhos e para a alma, tal como dizes, principalmente após a construção da barragem. A foto foi “tirada” em cima da barragem para a albufeira.
Beijinhos.

Maria do Céu Costa disse...

Entre azuis o reflexo de luz, bonito momento. Beijinhos.

vero disse...

Simplesmente lindo...

Beijinos***

:)))

TMara disse...

continuação de uma boa semana.bjs de luz e paz

Isabel-F. disse...

OI Jorge.
Boa Tarde.

Bela a tua escolha de imagens...gostei muito e do teu Blog em si tb...vou voltar....

Vim agradecer-te a tua visita lá ao meu sítio. Espero que tenha sido do teu agrado e espero ver-te lá mais vezes...a porta está aberta.

Bj

Leila Silva disse...

Jorge,

Obrigada pela visita e comentário no meu blog...vou passear pelo seu. Já estive no Porto mais de uma vez. Muito lindo, lembro-me de sua cidade.
Abraço
Leila

Hórus disse...

Parabêns pela magnifica foto, que vem contradizer quem diz que o algarve a unica coisa que tem de bonito é a praia.
Ai está a prova que vale a pena conhecer o interior do algarve e deliciar-se com verdadeiros lugares de encanto e magia.
Obrigada pela tua visita.
Boa noite...

Hórus

TMara disse...

Vim deleitar-me...
Bom f.s. Bjs e ;) e Boas Festas

Maria do Céu Costa disse...

Vim rever estes reflexosde luz entre os azuis. Bom fim de semana. Beijinhos.

vero disse...

Por vezes depois da tempetade, não vem a bonança...pelo menos para mim...se puder vá espreitar o tema que abordei hoje no meu blog!

Beijinhos***

Jorge Moreira disse...

Olá Veronica!
Obrigado, mais uma vez, por partilhares este momento muito difícil.
Tudo o que poderei dizer aqui pode vir a ser considerado como… pois é... não é ele que passou ou está a passar pelas situações… Mas posso-te dizer, que já passei por momentos de dor profunda, de coisas muito horríveis, que se não fosse a “consciência” que tenho em determinados factos da vida, provavelmente não estaria aqui…
Não queria dar lições de vida, de religião, de moral, etc. Mas, gostaria que pusesse a hipótese de algumas leis universais, como:
1. Ciclos – Numa abordagem à natureza, verificamos que tudo são ciclos. O ciclo da respiração, do sangue, da digestão, do nascimento, crescimento, velhice e morte; no ciclo da água que leva a “vida” a outros locais; no dia e noite; nas estações do ano, na Lua, na mulher, do átomo, do nosso planeta, etc… poderíamos estar, sei lá, muito, muito tempo a falar sobre os ciclos...
2. Evolução – Tudo na natureza evolui, tal como mostra a cadeia de vida no nosso planeta.
3. Causa / Efeito – Tudo aquilo que fazemos, tudo aquilo que acontece, tem uma causa e um efeito. Quando num bilhar damos uma tacada numa bola em direcção a outras bolas, provocamos como consequência, deslocação nas outras bolas. Esta lei aplica-se a tudo. Às coisas físicas, psicológicas, etc. A Justiça. No Oriente chama-se a esta “lei” Karma.
4. A intercepção das anteriores – Porque é que algumas pessoas nascem num “berço de ouro” e têm uma vida boa e outras, uma vida miserável? Será que é possível evoluir da forma humana sem sofrimento? Será que é possível evoluir só com uma existência? Se assim fosse, que Absoluto ou Cosmos seria esse, que permitiria tamanha injustiça?
Depois de passar algum tempo de ter experimentado algumas experiências dolorosas, sentimos que se calhar, essas experiências más que causaram sofrimento, serviram de “lição”, e regeneraram para experiências “boas”, pois fizeram-nos “crescer”.
Mas será que o simples facto de ter sido assaltada, não foi uma coisa boa, pois se continuasse o trajecto à hora precisa, não teria um acidente que poria fim à sua vida ou a inutilizasse?
Olhe para todas estas palavras, como simples hipóteses, não como verdades absolutas. Essas, encontrará dentro de si.
Espero que o ciclo negativo que passa, tenha realmente chegado ao fim e o ciclo ascendente esteja a aparecer mais luminoso que nunca.
Beijinhos