segunda-feira, março 06, 2006

As Pedras no Caminho

As Pedras no Caminho são como guias, que nos acordam quando estamos a ficar sonolentos pelo percurso.

Jorge Moreira – Março 2006

31 comentários:

Silmara Roberta disse...

Bom dia, bela frase, um otimo inicio de semana, beijosssssssss

lince disse...

Bem visto, mas evitemos os pedregulhos.
Boa semana.

Maria Costa disse...

Repleta de Significado... esta frase.

Beijinhos.

maat disse...

com elas todas podemos construir não um castelo, um simples abrigo para repousar...

Belo!

TBF,
***maat

sa.ra disse...

Benditas e abençoadas pedras!
:)
beijo
um dia feliz!

TMara disse...

absolutamente. Mas por vezes parecem-nos excessivas pela sucessão. Nem dão tempo de ver o erro e rectiifcar, sendo o caso. e normalmente é. Bjocas Cavaleiro.

nahar disse...

Sim, com estas pedras podemos fazer caminho...
abraço e uma boa semana

Pedro Melo disse...

Sem dúvida, assim como é importante não tropeçar nelas e ficar presos às mesmas. O que importa é como nós "lidamos" com a situação...

Desambientado disse...

Sem dúvida um pensamento brilhante.

Berenice disse...

As pedras no caminho, sobretudo se forem grandes pedras, podem obrigar-nos a dar saltos...evolutivos.Provavelmente é essa a sua finalidade ao longo da caminhada.

Gostei muito deste pensamento!
Beijinhos e uma óptima semana!

Era uma vez um Girassol disse...

Lindo pensamento, muito verdadeiro!
Bjs

Eva disse...

Apetece-me responder com carlos Drummond de Andrade:
No meio do caminho tinha uma pedra
tinha uma pedra no meio do caminho
tinha uma pedra
no meio do caminho tinha uma pedra.

Nunca me esquecerei desse acontecimento
na vida de minhas retinas tão fatigadas.
Nunca me esquecerei que no meio do caminho
tinha uma pedra
tinha uma pedra no meio do caminho
no meio do caminho tinha uma pedra."

Um beijo
Eva

Dark Side disse...

Já tenho os bilhetes para ir ao Rock in Rio ver o Roger Waters, de bónus ainda levo o Santana. Ouvi uns pequenos estratos das músicas do David Gilmour no site dele. Só ele toca viola daquela maneira, pode não ser o melhor em termos puramente tecnicos, mas ninguém o iguala em personalidade. Uma espécie de Maria João Pires da Viola!

Alexandra disse...

No caminho, juntamo-las e construimos um castelo...

beijinhos, boa semana

TMara disse...

Bj ensolarado para o dia.
Luz e paz

maresia_mar disse...

Podes crer, e às vezes é pareciso dar um grande tropeção nelas para se dar conta, saltar e seguir em frente.. Bjhs

Teresa David disse...

O pior é quando são apanhadas por algum vândalo, como o que me partiu no Carnaval o vidro do carro e amachucou a porta. Logo, as pedras da calçada são um pouco assustadoras para mim, além de darem péssimo andar.
Beijinhos
Teresa David

Fátima Silva disse...

Escassas palavras para expressar uma grande verdade. O que seríamos nós sem as amigas pedras?

Jaime Vehuel disse...

caro Jorge,
a gente ainda não se conhece mas qqr dia vai ser, aí por uma folha de acácia não perdida, ou numa realidade cúbica a inventar sempre.
cheguei a ti pelo teu comentário à risocordetejo
e gostei do teu blog
essa das pedras está muito bem apanhada
gravei para meu consumo a imagem de Tetis
por certo um dia a usararei tb no blog q te convido a visitar.
abraço

TMara disse...

a laranja, afinal não a comi. Oferci-a aos anjos. Bom dia e k por ora seja uma boa noite de descanso. Bj de luz e paz plena de :)

alice disse...

boa tarde, jorge,
que homenagem tão bela às pedras, eu adoro-as sabes, tenho algumas em casa e às vezes penso que têm tanta vida como eu dentro delas, ou até mais...
beijinhos,
alice

MDeus disse...

"Que esta celebração acabe pelos melhores motivos. Viva a mulher." Assim que a li (esta frase) vim dizer-lhe que é das melhores frases que tenho lido acerca deste dia. Serão sempre recordadas as que sofreram e muitas de forma silenciosa. Jorge, como mulher quis deixar aqui este registo.
Abraços femininos.

lena disse...

jorge, uma frase cheia de verdade e brilhante


um beijo para ti meu querido amigo


lena

Silêncios disse...

Pois..ainda bem que de vez em quando há algo que nos faça tropeçar e portanto despertar!
Beijos

Pink disse...

Olá! Eis-me de volta (gradualmente)e vim aqui encontrar uma frase plena de verdade. Essas pedras alé de nos despertarem fezem com que o caminho não se torne monótono, que não tenhamos as coisas como certas sem dificuldades, sem "pedras" no caminho!

Um beijo

island disse...

And then, there are signs in each door, in each window. Eyes with no faces,echos of silent prayers. Stones on alleys and avenues are flashes of lives, thoughts of men and women burdened by the weight of sorrow, the joy of awe.

Adoro as pedras da minha rua, da rua da minha avó, da minha mãe, do meu avô. Vejo-as banhadas pelo lar a bater na aldeia. O Caminho era longo, o fim da rua perdia-se na imensidão do espaço. Mas eu era menina e a rua chamava-se ( chama-se) Canada Maria do Céu. Aordei para a rua da minha infância.
Obrigado!

☆Fanny☆ disse...

Um pensamento muito verdadeiro.

Nada nesta vida acontece por acaso, mesmo as tais pedras que se cruzam no nosso caminho para nos "acordar".

Depois do tropeço...surge tantas vezes a LUZ que procurávamos!

Um abraço*

Fanny

joao firmino disse...

Quando leio as tuas palavras e vejo as tuas fotos sinto imediatamente uma espécie de uma entidade que está a falar "direito por linhas tortas".
E desta vez, a mensagem é bem clara: é como se as pedras, colocadas no caminho, fossem elas próprias uma espécie de espelhos falantes, que em determinados momentos da caminhada tanto precisamos para prosseguirmos em frente.
A forma como consegues fazer isto é extraordinária.
Um grande abraço,
João

LusitanaPaixão disse...

Pedras no caminho.
Encontrá-las é aprender a fazer o caminho de forma mais fácil da próxima vez!

Isabel José António disse...

Então as pedras também são nossas mestras, ao mostrarem onde estamos desatentos!

Isabel

Anónimo disse...

What a great site
» »