quinta-feira, março 30, 2006

Reino da Pedra

Portal baixo
Arco venda
Entrada
Da Pedra.

Humilde
É chave
Essência de Amor
O Iniciado do Infinito
O Sábio
Que vê
A Rosa
Dentro do Reino.

Jorge Moreira - Março 2006
Poema editado no Blog: Aprendiz de Viajante da Amiga Wicca

32 comentários:

Pedro Melo disse...

E começa um novo caminho... não é?


Muito belo!

Parabens

HumbertotheWizard disse...

O Reino da Pedra Jorge sôa bem como um enigma composto por um complexo puzzle de palavras, será? Se realmente é, então deixa-me tentar adivinhá-lo. Eu penso talvez que seja a História, já que ela é iniciado do infinito, é tambem essência do amor, e sábio. Se não fôr a História, então talvez muito bem seja a própria pedra que imóvel e serena, ao longo dos séculos vai descobrindo como um sábio, e iniciado do infinito, sendo a chave da própria História, uma vez que na sua imobilidade pôde a assistir a um vasto desfilar de gerações e gerações, ostentando os seus mais recambolescos, grosseiros e misteriosos segredos, e eu bem creio que a pedra no seu reino sólido e apático, assistiu a tudo, sem que alguêm houvesse notado na sua presente presença. Um simples mas original Reino de Pedra, meus parabéns Jorge, e aceita desde já o meu sincero desejo de felicidades pessoais que vão directamente para ti.
[Dominio dos Anjos]

Fátima Silva disse...

Tenho vontade de entrar nesse Reino de pedra e permanecer lá um tempo para pensar.
Nuito bonito.
Beijinhos amigo, tens sempre algo de bom para nós.

sa.ra disse...

ai...
não comento... não posso;
é segredo, um lindo segredo!
intimidades da alma!

beijos
dia feliz!

Silêncios disse...

Ora...encontrei-me por ali...

Era uma vez um Girassol disse...

Puzzle??? Será?
Já estou de fim de semana...
Pensar? Ná.....!
Bjinho

HatA/mãe disse...

Um abraço de bom fim de semana

Heloisa B.P disse...

SIMPLES E BELO!
E...com muitas LEITURAS!!!!!
Deixo um Abraco!
Heloisa.
**********

TMara disse...

e para se chegar ao reino e necessário passar o portal, ou deixar k passe por nós, para nós. Bjs e os outros 3 B's tmb :)

Luna disse...

Este teu poema esta repleto de sabedoria
vou-me deitar embalada nesta letras, que são musica para o emocional superior
beijos

Maria Costa disse...

Belo, este cruzar o umbral... este para além do umbral...

Obrigada, poeta.

TBF .'.

Misterious_Spirit disse...

Muito bonito e interessante! ;)
Muitos de nós procuram essa rosa...

Beijinhos!

Zeca disse...

Bom fim de semana Jorge
Sei que ando um tanto ou quanto arredio destas paragens, mas prometo passar o mais breve possível para te levar uma vez mais ao Plagiadíssimo.
Fica bem

Fátima Silva disse...

Jorge.
Pensei copiar a última imagem do post "Clube dos Curiosos", referente às focas e pôr o link. Posso?
Bom fim-de-semana e beijinhos

De Amor e de Terra disse...

Olá Jorge Moreira,
ainda não tinha oportunidade de o vir visitar. Agradeço os seus comentários no meu Blog (De Amor e de Terra) e quero dizer que gostei dos seus trabalhos apresentados nest seu, bem como das imagens.
Voltarei.
Um abraço da
Maria Mamede

Alexandra disse...

A Pedra ... algo de tt importância mas à qual não é atribuido o seu verdadeiro valor! "Chave", "Essência do Amor", "Iniciado do Infinito" ... outras palavras poderia retirar, tds elas c significado.

Obrigado Jorge!

Beijinhos

Desambientado disse...

Lindo.

Inspirador.

Mendes Ferreira disse...

DEIXO UM BEIJO. SIMPLES. PARA APLANAR O TEU REINO. ONDE ÉS DONO E SENHOR. DE UMA VOZ PECULIAR.

Mendes Ferreira disse...

DEIXO UM BEIJO. SIMPLES. PARA APLANAR O TEU REINO. ONDE ÉS DONO E SENHOR. DE UMA VOZ PECULIAR.

aprendiz de viajante disse...

Nem todos conseguem ver a rosa dentro do reino... tu és especial!

Bom fds

lena disse...

a chave é importante, é a essência o reino é o teu, onde só tu sabes ser especial sim

gostei deste cruzar de palavras que me prenderam

beijinhos Jorge

Fátima Silva disse...

Já lancei o post, uma homenagem aos meninos do Vilar de Andorinho do "Clube os Curiosos".
Beijinhos

zecadanau disse...

Como dizia o outro: QUEM QUISER QUE ENTENDA porque há ali muito mistério.

Um @bração do
Zeca da Nau

Lâmina d'Água, Silêncio & Escriba disse...

Oi Jorge!!!

Adorei esse teu outro espaço!!!
Afinal sao tantos olhares que preciso sempre de mais tempo para escrever...

Recebi esse teu endereco da Fatima Silva e estás lincado em meu último post. Ela me disse que és tu quem faz alguma oisa para ela que não lembro bem o que é, agora, mas então lá estás e com muito destaque!!!

Beijinhos para teu final de semana!!!

Berenice disse...

Parecendo à primeira vista um enigma, o teu maravilhoso poema deixou-me siderada, agarrada a ele. Amo cada palavra que o compõe, pois cada uma delas encerra um mundo de sentidos que me são familiares.
Não consigo dizer mais nada, porque nele já disseste o TUDO e cada palavra tua é uma pedra sobre outra pedra...

Muitos beijinhos!

henrique doria disse...

A rosa deverá ser o Reino, como diria Agostinho da Silva. UM TAF.

Pink disse...

Muito profundo e enigmático para mim. Confesso que não lhe atinjo o âmago dos sentido!

Um beijo

Cleopatra disse...

A pedra... em bruto...para moldar, burilar.. aperfeiçoar...o Homem em pleno constante aperfeiçoamento...

maat disse...

diria que este poema é um sábio poema inundadao de Luz.

assim é.


( ontem foi de facto um re-encontro...gratissima)


boas obras .'.



***maat

Isabel José António disse...

Quem o quiser entender, só o poderá fazer dentro do seu coração. Com portais para passar ou semquaisquer portais, é sempre dentro de cada um que está essa tal "caminho estreito".

Muita sabedoria, muito bem apresentada.

Gostei muito

Um abraço

José António

aya disse...

Podem ser muitas as entradas, variadas as portas e as chaves...mas estão lá!!!
Bj

helena disse...

A Pedra é a testemunha muda que assiste e consiste no nosso trabalho interior.
O Templo podemos ser nós próprios, os os Arquitectos do Mundo.
Um Mundo exterior e interior que pretendemos melhor.
Um beijinho, Jorge