domingo, novembro 21, 2010

A Regeneração Humana



A Sabedoria Antiga indica a vivência da Fraternidade Universal, o incentivo ao estudo de forma comparada das diferentes áreas do conhecimento humano e a auto-observação, como as principais ferramentas para o homem alargar da sua concepção do universo e da sua própria realidade, adquirindo assim progressivamente, uma nova consciência desenvolvida na sabedoria e na bondade, uma evolução e um exemplo dessa mesma evolução para com os seus semelhantes, à qual, se transmutará numa regeneração humana. A possibilidade desta regeneração, mesmo que uma predestinação dela, é talvez a verdade mais inspiradora da Teosofia. Para que isso seja uma realidade, é necessário haver mudanças fundamentais no comportamento humano.

Mudanças fundamentais:


1. NA EDUCAÇÂO

Partindo da princípio de que a reencarnação é uma evidência, e não faltam estudos universitários credíveis sobre este facto, o ser humano encarna à nascença uma nova natureza. A colecção das memórias e personalidades psíquico-físicas das existências anteriores, não fazem parte da nova vida. Esta inocente pureza infantil, vai desaparecendo através da experimentação de novas sensações, emoções e pensamentos que irão progressivamente despertar reminiscências das qualidades positivas e negativas das personalidades anteriores. É aqui que os progenitores e educadores têm um papel extremamente importante, especialmente nos primeiros anos de vida, evitando situações que despertem essas reminiscências de cariz baixo, reparar imediatamente qualquer novo aspecto nefasto que possa aparecer e realçar as vertentes positivas que florescem no seu carácter. É que esta idade permite muito mais facilmente, corrigir as imperfeições e os vícios das existências passadas, devido à plasticidade da sua natureza. Assim, os pais e professores ajudam a moldar a futura personalidade, de uma forma muito mais sã e equilibrada, através da educação, que é a base para uma evolução mais rápida por parte do Ego encarnante.
A verdadeira educação tem como método, a orientação do ser para a descoberta dos valores perenes da vida, que surgem com a investigação livre de preconceitos e com auto-conhecimento adquirido através da auto-observação. Tem como objectivo proporcionar os melhores conhecimentos à criança, permitindo-a agir com lucidez e eficiência no mundo, e criar as condições necessárias ao seu desenvolvimento rumo à perfeição. Tudo isto significa fornecer-lhe o incentivo para florescer em bondade, a fim de que tenha uma correcta relação para com as coisas, para com as ideias e para com a vida em geral, e porque viver é relacionar-se também, não existe um bom relacionamento se não houver sensibilidade estética bem desenvolvida à beleza, à natureza e à arte, verdadeiros estímulos à cooperação inteligente para com o próximo e para com os outros seres em geral.
A educação não deve consistir apenas no acumular de conhecimentos, memorização e na leitura de livros. Deve essencialmente ensinar a aprender, a olhar, a compreender, a sentir o que os livros ensinam e a discernir se o que eles dizem é verdadeiro ou falso. Garantindo assim, uma verdadeira aprendizagem, no sentido de solucionar os verdadeiros problemas espirituais. Por isso, numa educação correcta, é imprescindível que o educador não ensine só as bases técnicas, mas transmita também, uma visão holística integrada da vida, pela observação e pela experimentação, incentivando à criatividade, à descoberta das vocações, à dissipação dos medos; afim de criar seres humanos mais sensíveis, inteligentes e equilibrados.
Deve proporcionar ao ser humano o desapego às fórmulas e repetição de falsos slogans, para que possa ser livre, desenvolver a sua inteligência de forma a não se transformar num autómato padronizado por um molde imposto de conduta social que em nada o elevaria como ser humano.
A natureza demonstra que o amor tem a capacidade de transformar o homem individualmente. Este, por sua vez, repercute-se por osmose na própria sociedade. Por isso, o acto de educar, deve ser um acto de amar. Esta união de amor entre o educador e o educando, é a base para proporcionar uma transformação profunda no seres humanos. É a base para a Regeneração Humana.


2. NA LIDERANÇA

Liderar é influenciar o rumo dos pensamentos e sentimentos dos outros. Ao analisar bem este facto, descobrimos que é algo que constantemente o fazemos. E porque todo o Universo é uma panóplia de interacções, assim também existe uma liderança recíproca em todas as coisas bem como em todos os seres. Por isso, nesta cadeia evolutiva, tudo o que é humano ou para além dele, tudo o que é animal, vegetal, mineral ou dévico, diz-lhe respeito, influencia-o de certo modo e é influenciado por ele. Ter consciência plena das nossas acções é algo que devemos fazer, visto agirmos permanentemente sobre a vida dos outros seres de modo claro ou subtil. Mas não nos podemos esquecer que também actuamos sobre a nossa própria vida. Ser um líder de si mesmo não é tarefa fácil, mas é algo inevitável. A sabedoria antiga diz-nos que antes de dar-mos o primeiro passo para uma verdadeira liderança sobre si e sobre os outros, é necessário mergulhar no silêncio interior e praticar o auto controlo mental, afim de obter uma unidade interior que o leve à verdade.
O Tão-te King, diz-nos: “sei por experiência, que pretender conquistar e manipular o mundo não dá certo. O mundo é uma coisa espiritual. Quem o manipula, destrói-o. Quem quiser segura-lo, perde-o … Por isso o sábio evita todo o excesso.”
O abuso do poder por parte dos políticos para benefício próprio, encontra-se nos valores exagerados do eu.
A Sabedoria Antiga ensina-nos o valor do serviço. E este caminho dificilmente poderá ser traçado, por quem não esteja preparado para renunciar aos seus interesses pessoais, conscientes ou inconscientes. Porque cada um de nós presta um serviço ao outro. Se cultivarmos o hábito de executar esse serviço deliberadamente, a nossa aspiração de servir tornar-se-á mais forte e contribuiremos assim, não apenas para a nossa felicidade, mas também para a felicidade do mundo como um todo.


3. NO RELACIONAMENTO

As novas teorias científicas anotam, que ao contrário do que o darwinismo pensa, não foi a competição, mas sim a ajuda mútua que possibilitou, desde o início da vida, a evolução das espécies.
As teorias de Gaia, da ressonância mórfica (formas de pensamento), da física quântica, bem como de outras áreas, como a biologia, ou a aplicação da arquitectura, etc. integram já uma visão holística da vida. A natureza como um todo, unida, formando ela própria um ser vivo, onde todos os fenómenos são dependentes e interligados. Como tal, o ser humano encontra-se dentro desta rede de vida. A consciência deste facto, implica uma transformação do relacionamento do homem para com todas as outras coisas, e desta forma para consigo próprio, originando um despertar irreversível, onde o amor humano é cada vez mais consciente pelas inúmeras formas de vida do universo. Este despertar, provoca uma evolução, que está para além do intelecto, derivada da experiência verdadeiramente espiritual relacionada com o viver e o sentir, onde cada ser descobrirá dentro de si, a presença da energia cósmica, a Centelha Divina que o Anima.
Como parte da regeneração humana que hoje vivemos e apesar de todas as perturbações, o homem actual tende a praticar parcialmente a fraternidade activa, combinando desde já, afecto generoso com respeito, amor com liberdade, solidariedade com independência e ética com desapego.


4. PERANTE OS PROBLEMAS

Não podemos continuara a ignorar a morte anualmente à fome de milhões de pessoas, na sua grande maioria crianças.
Não podemos continuar a ignorar o sofrimento de tantos outros doentes e subnutridos, quando o dinheiro que se gasta em armamento dava para resolver praticamente todos esses problemas.
Não podemos continuar a ignorar a destruição física e humana que essas armas bélicas provocam, quando uma parte da humanidade vive centrada em si e no seu luxo.
Ao estudarmos as principais civilizações do passado, verificamos uma ciclicidade processual análoga a todas elas, de génese, desenvolvimento, colapso e desintegração. A nossa não irá fugir à regra. O problema é que esta civilização é global, e como tal, pode trazer consequências desastrosas a nível planetário. A única maneira de solucionar o problema é tentar transcender os métodos redutores cartesianos, como fez a nova Física, ao adoptar enfoques intuitivos.
Todos os problemas actuais, como o cancro, o crime, a poluição, a pobreza, etc. são faces diferentes de uma só crise. Pois todas estas feridas estão interligadas e não podem ser entendidas por métodos fragmentários, como têm tentado solucionar as entidades ditas competentes, mas sim de uma visão una da realidade. Portanto, é preciso um novo paradigma para dar ao homem uma visão capaz de resolver todos estes problemas de uma forma integrada. A missão do homem actual está cumprida. Ele conseguiu desenvolver o mental concreto, o poder e a força. A regeneração humana que implica uma nova visão da percepção da vida, da mente, da consciência e da evolução espiritual é o próximo objectivo da humanidade. A futura civilização deverá ser mundial, democrática, socialmente justa e organizada; a partir da percepção da fraternidade, do Amor, da Sabedoria, da interdependência dos povos, das culturas e das outras formas de vida. Só assim se poderá solucionar a esmagadora maioria dos problemas pessoais e globais, e construir uma nova humanidade regenerada.


5. NA MENTE

A mente tem uma natureza dual. Uma parte é influenciada pelas sensações da matéria e do desejo, cujo seu funcionamento, está na percepção separada e limitada das diferentes formas existenciais e no seu relacionamento entre elas. A outra parte da mente, iluminada pela Intuição, conhece e vive a unidade para além das formas, onde a sua comunhão, dá-lhe acesso directo à verdade, e a sua fusão, faz dela a própria verdade. Por conseguinte, a única maneira de percepcionamos a realidade, é vivênciá-la ao seu mais alto nível. Para isso, é necessário meditar sobre o propósito da Vida. Nesta tarefa, o discernimento e o desapego, são as traves mestras para que o homem se deve apoiar, afim de libertar a mente das amarras da matéria e dos desejos de posses, de posições e de poder, que são a origem de toda a separatividade, do egoísmo e da indiferença perante os outros. O Yoga descreve a meditação como a via para o Samadhi, a completa ausência da dualidade. Nesta perspectiva, meditar no propósito da Vida, tem a capacidade de harmonizar a mente e proporcionar uma unificação da dualidade da mente, que permita a manifestação nela própria, da mais alta natureza espiritual, dando assim origem à Regeneração do Homem.
A mente torna-se completamente livre das influências que anteriormente a perturbavam, fica inalterável às flutuações externas das condições da matéria Física e Emocional, como o calor e o frio, o sucesso e o insucesso, o sofrimento e a alegria, etc. A consciência retira simplesmente a essência dessas experiências, que sabe ser efémeras, transmutando-as em sabedoria.
Esta nova natureza da mente é a tranquilidade, mas esta particularidade não significa menos percepção dos movimentos da matéria. Muito pelo contrário. A sua sensibilidade aumenta exponencialmente, onde cada fenómeno passa a ter uma intensidade tal, que o indivíduo tem a percepção plena desse fenómeno, funde-se com o próprio fenómeno, mas essa fusão não significa uma perda da consciência da sua individualidade como ser.
Também não nos podemos esquecer, que o pensamento é a maior das forças. Ele cria primeiro a imagem e depois provoca a sua realização nos planos concretos e emotivos. Por isso é necessário aproveitar, controlar e direccionar a energia que o pensamento emana.
Quando as emoções são harmoniosas, o altruísmo como exemplo e o progresso como meta; a Intuição liberta-se, os sentidos expandem-se, os Veículos são purificados, e passa assim, a existir uma Harmonia integral. A consciência humana viaja rumo à Sabedoria, a mente inferior funde-se com a superior e a Regeneração do Homem aparece.



CONCLUSÂO

Apesar dos enormes progressos da biologia actual, ela não é capaz de resolver as grandes questões como a origem das formas, dos instintos, da inteligência e dos processos espirituais.
O homem não é simplesmente um ser constituído por um corpo físico com cerca de 70Kg de proteínas. Os fenómenos da vida como o metabolismo, o crescimento, a matriz, a regeneração, etc. não podem ser explicados apenas pelos processos bioquímicos que actuam o homem. Um princípio Ordenador superior, não local, liberto das amarras da matéria mais densa, vai moldando a forma, para progressivamente manifestar-se melhor nela, adquirindo assim, novos aspectos que permitam a evolução. Tal como nos diz Radha Burnier: “Todo o movimento da vida avança no sentido da manifestação externa da perfeição latente ou potencial”.
Outro facto importante é a impossibilidade de dar completa expressão à verdade, através de conceitos e palavras. Alcançar a verdade é ter uma percepção profunda da natureza de um facto da vida, ou da vida como um todo. Esta realidade última, só pode ser alcançada através da Sabedoria. Mas esta Sabedoria não é ter uma quantidade imensa de conhecimento científico, técnico, filosófico, religioso, etc. Pois o homem pode ter todo esse conhecimento, sem que se altere o seu comportamento ou a sua relação para com os outros seres. Esse tipo de conhecimento não é Sabedoria. A Sabedoria alcança a verdade através da compreensão da unidade, para além do conhecimento fragmentado. Ela produz relações harmoniosas. Ela torna-nos conscientes, de que em todos e em cada um, existe a possibilidade de crescer até alcançar a bondade, a verdade e a iluminação.

Neste momento em que nos encontramos, a evolução física é de certa forma irrelevante, como mostra o estudo da evolução biológica humana. Ela diz-nos que temos a mesma estrutura e tamanho do cérebro e do corpo, desde à 50.000 anos. O que permite constatar, uma estagnação da evolução biológica. Nesta sequência, o aperfeiçoamento humano decorre mais especificamente noutros níveis que se encontram para além do físico: o nível social, o cultural, o erudito, o espiritual etc. Por isso, o homem deve virar-se para si mesmo através da auto-observação. Este método permite perceber que as causas dos seus problemas não estão fora dele, mas têm origem profunda na sua psique.
Os desafios para resolver o grande problema da vida espiritual, é renunciar ao egoísmo, abandonar a noção de que existimos como entidades separadas do resto e reconhecer a existência de algo indescritivelmente mais valioso que habita em nós e no interior de toda a existência. Perceber isto e trabalhar a mente para atingir estes objectivos com perseverança, rectidão e amor, homem alcançará o auto-controle necessário para que se transmute, dando origem à sua própria regeneração. Um novo Homem nasce com consciência holística, capaz de amar incondicionalmente todos os seres, aberto a toda a bondade, à verdade, à pureza, à humildade e à beleza. Um homem que irradia paz e sabedoria. Um Homem que trabalha à Glória do Logos,

Paz a todos os Seres
Jorge Moreira

BIBLIOGRAFIA:

“A prática da Sabedoria”, Radha Burnier
“A política divina de Gandhi”, Nelson Liano Jr.
“Human regeneration”, N. Sri Ram.
“A memória oculta da natureza”, Rupert Sheldrake.
“O pensar da nova era”, Fritjof Capra
“A voz do silêncio”, Carlos C. Aveline.
“A fraternidade universal”, Aveline.
“O educador de uma nova era”,Cláudio Duarte
“O mestre da libertação total”, Virgine van Prehn
“Tão-Te King”, Lao-Tsé
“O ponto de Mutação”, Fritjof Capra
“O mundo de amanhã”, Annie Besant
“O homem e a natureza”, Jorge Moreira

Trabalho realizado para o Seminário "A Regeneração Humana" apresentado em Lisboa, publicado no "Jornal Mundo dos Livros" Nº34, pag. 3, 4, 5 e 6 de 6 de abril de 2006

40 comentários:

Aran disse...

Bem este teu post vem mesmo a calhar!!! Olha tens um desfio... espreita no meu cantinho!!! Beijinhos

Alexandra disse...

Adorei ler este trabalho.
Salientas-te uma vertente que nunca tinha pensado, a evolução física versus espiritual. E, pelas razões expostas, faz todo o sentido.

A análise faseada que é feita está muito bem elaborada e tem sequência lógica.

A Intuição de que falas, a Unicidade do Ser como Uno (corpo/mente) por isso existem doenças que se designam por psicossomáticas, a consciêncialização de que um acto tem repercussões em ambos os sentidos, no fundo... não sei se estás de acordo, já Yung falava disto chamando-lhe Inconsciente Colectivo. Na altura devida/ posto de parte pelos diversos colegas tem trabalhos magníficos sobre a sua forma de análise.

Já tanto se pensou, já tanto se fez, já tanto se escreveu... tds sabemos que a educação é uma peça fundamental na Estrutura do EU... que a liderança em relação aos outros e a si próprio, tem que ter um cunho pessoal baseado não só na auto-confiança mas também na humildade para reconhecer e perceber o outro... tt coisa poderia ser dita, sobre este trabalho...

Mas se olharmos à nossa volta, não vejo que estejamos a evoluir no sentido para que aponta este trabalho. Penso que, ainda muito há por fazer a nível social e individual para que se começe então a seguir este caminho de que falas (só agora e, somente numa àrea da psicologia se começou a acreditar na intuição). A educação... onde estou de acordo com o que escreveste, continua a ser feita fragmentada e descontextualizada, a liderança continua a ser usada no pior sentido da questão, a unificação corpo/mente que na comunidade médica devia ter sempre em mente... nem anda por lá perto... enfim, todo um conjunto de circunstâncias e pontos onde muitos passos ainda teremos que dar para nos tornar-mos em Seres Melhores!

Bem hajas pelas tuas palavras. Espero que sejam lidas e sentidas por muita gente. Há necessidade disso!

Beijinhos,

Ana Paula disse...

Àcerca do apoio mútuo ,como factor de evolução, fiz ontem um comentário no blog do Ramo Koot Hoomi.Veio a calhar este seu artigo.Se quiser ir espreitar o texto,chama-se :Do deserto da Alma...
Uma boa Páscoa.

jaimevehuel disse...

texto importante, parabéns, abraço e boa Ressurreição

TMara disse...

K prazer ler esta tua reflexão composita.
E diga-se k concordo com o k expressas.
A conclusão, inexorável, é k esta sociedade está construída às avessas e daí decorrem e decorrerão (como lembras) graves catástrofes. Algumas palavras chave a reter (em minha opinão): holísitco; sabedoria; eu/ego versus algo mais k somos (alma?); dádiva; missão e...AMOR, a tudo e todos pq somos partes de uma unidade e nada mais.
Bjs. Luz e paz em teu caminhar.

TMara disse...

K prazer ler esta tua reflexão composita.
E diga-se k concordo com o k expressas.
A conclusão, inexorável, é k esta sociedade está construída às avessas e daí decorrem e decorrerão (como lembras) graves catástrofes. Algumas palavras chave a reter (em minha opinão): holísitco; sabedoria; eu/ego versus algo mais k somos (alma?); dádiva; missão e...AMOR, a tudo e todos pq somos partes de uma unidade e nada mais.
Bjs. Luz e paz em teu caminhar.

sonia r. disse...

Um bjo de boa noite Jorge.

Cleopatra disse...

O Tão-te King, diz-nos: “sei por experiência, que pretender conquistar e manipular o mundo não dá certo. O mundo é uma coisa espiritual. Quem o manipula, destrói-o. Quem quiser segura-lo, perde-o … Por isso o sábio evita todo o excesso.”
O abuso do poder por parte dos políticos para benefício próprio, encontra-se nos valores exagerados do eu.
A Sabedoria Antiga ensina-nos o valor do serviço. E este caminho dificilmente poderá ser traçado, por quem não esteja preparado para renunciar aos seus interesses pessoais, conscientes ou inconscientes.

Não podemos continuara a ignorar a morte anualmente à fome de milhões de pessoas, na sua grande maioria crianças.
Não podemos continuar a ignorar o sofrimento de tantos outros doentes e subnutridos, quando o dinheiro que se gasta em armamento dava para resolver praticamente todos esses problemas.

Todos os problemas actuais, como o cancro, o crime, a poluição, a pobreza, etc. são faces diferentes de uma só crise. Pois todas estas feridas estão interligadas e não podem ser entendidas por métodos fragmentários, como têm tentado solucionar as entidades ditas competentes, mas sim de uma visão una da realidade.

Apesar dos enormes progressos da biologia actual, ela não é capaz de resolver as grandes questões como a origem das formas, dos instintos, da inteligência e dos processos espirituais.
O homem não é simplesmente um ser constituído por um corpo físico com cerca de 70Kg de proteínas. Os fenómenos da vida como o metabolismo, o crescimento, a matriz, a regeneração, etc. não podem ser explicados apenas pelos processos bioquímicos que actuam o homem.

abandonar a noção de que existimos como entidades separadas do resto e reconhecer a existência de algo indescritivelmente mais valioso que habita em nós e no interior de toda a existência. Perceber isto e trabalhar a mente para atingir estes objectivos com perseverança, rectidão e amor, homem alcançará o auto-controle necessário para que se transmute, dando origem à sua própria regeneração.
......................
.................................
........................................

ORa bem, li e gostei muito.
Sabes? Parece-me uma óptima mensagem de Páscoa se a entenderem como eu a entendo.

Escreves bem e convicto do que escreves.
É um óptimo texto, cheio de conteúdo que de uma forma filosófica muito limpida,
vai ao encontro de tudo o que alguns de nós sentem e não conseguem transmitir desta forma tão completa.
Passei as partes que mais me tocaram para aqui , se bem que todo o texto é uma fonte de sabedoria.

Assim no concreto conseguissemos fazer.
Mas no concreto é dificil.
O Homem não para para esta reflexão interior , tem demasiadas solicitações exteriores e a maior é ele próprio e o seu objectivo de ser, de ter, de aumentar o seu poder...económico e a sua imagem aos olhos dos outros, conseguindo assim, julga ele, o seu equilibrio com o Mundo.

Como é verdadeiro tudo o que escreves.

Parabèns Jorge.
Transmitiste o que querias.
passa pelo Cleopatramoon e dá aos senhores da politica uma lição sobre o que é pensar em ser, num Logos!
T.A.F.'.

a.s. disse...

querido jorge,

venho desejar-te uma feliz páscoa e deixar-te um beijinho muito doce

fica bem

alice

Alexandra disse...

Olá Jorge,

venho desejar-te uma Páscoa Feliz!

Beijinhos,

Joao Soares disse...

Viva Jorge
Keep Going!
Eu que estava em falta…
Vim avisar-te que já coloquei um link do teu blogue no Bioterra!
Um abraço e...Boa Páscoa
João Bioterra

Ariadne Pereira disse...

Vim te visitar também.. Gostei muito

zecadanau disse...

Votos de uma SANTA E FELIZ PÁSCOA

Um @bração do
Zeca da Nau

DarkMorgana disse...

Gostei muito de ler...
Abrange muitos aspectos e interliga-os de uma maneira perfeita...
Seria muito bom se o ser humano conseguisse Regenerar-se.

Penso que o grande problema, é que o conhecimento está cada vez mais direccionado para uma determinada àrea separada de todas as outras: ou a área científica, ou a filosófica, ou a religiosa ou a técnica.
As pessoas estudam numa determinada área, trabalham de acordo com ela e no seu dia a dia deixam as outras áreas para os "especialistas".
Auto-estudar-se e auto-observar-se? Poucas pessoas o fazem..."não há tempo"...

Raras são as pessoas que têm a percepção de todas as áreas e conseguem ter uma visão holística do mundo.

Só os idosos que puderam ter uma vida inteira de estudo, e que quando chegam ao fim da vida não conseguem passar a mensagem aos outros...ou outras pessoas direccionadas para estudar um pouco de tudo...

Bjs e Boa Páscoa

Pedro Melo disse...

Oi! Sem duvida que este trabalho está muito bom (embora tinha a sorte de ja o conhecer :) )

Boa Pascoa!

;)

Lord of Erewhon disse...
Este comentário foi removido por um gestor do blogue.
Mendes Ferreira disse...

um abraço. quaresmal. :)




bom fim de semana Jorge.

HatA/mãe disse...

Jorge Moreira
Uma Pascoa Feliz, na companhia dos que lhe são queridos.
Um abraço

lince disse...

Boa Pascoa, companheiro.

aprendiz de viajante disse...

Um texto magnifico! Gostei muito da tua perspectiva e da forma de abordar o assunto.Estás de parabéns! Comunhamos de ideias muito parecidas acerca da nossa existência e do nosso percurso neste mundo!!!

Um beijinho
Uma boa Páscoa

aya disse...

E o ciclo repete-se...é hora de renascer!

Bj

Era uma vez um Girassol disse...

"o homem actual tende a praticar parcialmente a fraternidade activa, combinando desde já, afecto generoso com respeito, amor com liberdade, solidariedade com independência e ética com desapego."
Quem nos dera....
Trabalho muito bem elaborado, Jorge, Parabéns!
Gostei muito de o ler e retive alguns conceitos preciosos.
"trabalhar a mente para atingir estes objectivos com perseverança, rectidão e amor, homem alcançará o auto-controle necessário para que se transmute, dando origem à sua própria regeneração."
Que assim seja!
Páscoa Feliz!
Beijinhos

Lagoa_Azul disse...

Pascoa Feliz para ti , meu querido amigo,

Beijos com carinho

vero disse...

Uma Santa e Feliz Páscoa!
Beijinhos***

TMara disse...

Bjs para vocês e uma Páscoa feliz. luz e paz em vosso/(nosso) caminhar

TMara disse...

Bjs para vocês e uma Páscoa feliz. luz e paz em vosso/(nosso) caminhar

Micaeerton disse...

Um Texto que ensina e liberta.
A gravar para reler.

Desambientado disse...

Mais um tratado.
Tenho que vir com tempo para ler. Por agora é mesmo só para desejar uma Boa Páscoa.

Isabel José António disse...

Querido AmigoJorge,

Como bem sabes a Isabel e eu estivemos em Cercedilla a debater todas estas coisas e ainda um especialmente adaptada a esta fase da visa à escala planetária: COMO DESPERTAR?

O texto não podia ser outro que não este (ou do mesmo estilo)e todas as hipóteses e concepções são-nos tão conhecidas.

Os parabéns que venho dar-te têm a ver com a mestria como o fizeste. Um grande abraço meu amigo.

Que te transcendas sempre e que sempre renasças nesta, nas outras Páscoas e em todos os dias..

Um grade abraço nosso.

José António

sa.ra disse...

Olá amigo,

Li o teu texto à beirinha da lareira, junto ao crepitar do fogo...


também li o comentário acima, do José António e agrada-me muito esta conspiração de consciências pelo despertar!

o teu texto diz tudo e é como água... claro! bebe-se assim, com a naturalidade que se reconhece nas tuas palavras...

percebo exactamente o que estás a dizer e ainda bem que o dizes, que o escreves... é tempo de despertar... é tempo de despertar para uma nova consciência do que somos, de quem somos! porque no fim da linha resume-se tudo a alcançar o pote de ouro: ser feliz, SER Pleno, TOTAL!

entreguei ao Céu a minha vida por essa obra... e a vida que me leve onde tiver de ir, para fazer o que tem de ser feito!

é bom saber que estás aí... que estão aí outros - muito, a fazer o mesmo, a trabalhar para o mesmo!

o meu post a Cristo, terás percebido, é a minha própria experiência, a da transformação de mim mesma... é o Caminho - individual,passo a passo... mas que se desbobra pela partilha e que inevitavelmente se amplia pela transformação de nós próprios e do nosso mundo!

Obrigada!
um beijo!
tem um dia muito feliz!

Fátima Silva disse...

Um texto que nos faz pensar e acreditar que a nossa existência continua, constantemente, na luta pelo sentido.
Adorei!
Vim aqui primeiro agradecer-te os votos de boa Páscoa e depois desafiar-te a participar no repto que lancei no meu blog. Se puderes passa por lá. Um beijinho amigo e uma óptima semana para ti.

Hanah disse...

Muito legal e sucinto o texto, e de fácil compreensão....
"Um jornada de mil léguas se começa com o primeiro passo"


Beijo Amigo

Desambientado disse...

Vim ler o que tinha prometido ler. Gostei da abordagem, não fiquei muito convencido das teorias.
Dos princípios morais que estão subljacentes, não há minima crítica, das provas que dizes existir, tenho as minhas dúvidas. Por outro lado há um conjunto de questões que se colocam quando se fala em reencarnação. Neste contexto haveria almas que reencarnariam sempre enquanto que outras são criadas de novo, num fluxo quase contínuo, na medida que a população está sempre a aumentar.

Quanto ao crescimento e conhecimento, não conheço ninguém que seja inteligente sem memória, e sem memória, dificilmente se tem valores sejam eles de que natureza forem.

Não vou avançar mais, porque o post é enorme e ficaria aqui a discutir eternamente.

São dúvidas, aquelas que aqui escrevo, porque certezas tenho poucas.

Um abraço

Jorge Moreira disse...

Querido Amigo Desambientado,
Não sou pessoa de impingir seja o que for.
Sou a favor de que só cada um pode e deve descobrir o mundo e a Verdade por si.
Certezas?
Será que com este equipamento biológico ou tecnológico que possuímos conseguiremos almejar a Verdade em última estância?
Não será a ciência moderna e o seu método científico, redutor, uma constante ilusão?
A verdade cientifica do passado não é a de hoje e, certamente, muito do que é verdade cientifica hoje, não o será amanhã… No entanto, existe uma Sabedoria transpessoal, intemporal que não tem alterado desde tempos imemoriais e que ultimamente, a própria ciência, especialmente a Física, tem “confirmado” e descobrido o seu mundo. Isto não quer dizer, que se deva cegamente aderir a uma visão do cosmos. Muito pelo contrário. Deve-se equacionar sempre a nossa visão ou a de outro, do Universo e tentar descobrir, sem qualquer dogma religioso, científico ou filosófico a Verdade, por nós próprios.
O que acontece em alguns meios científicos, dogmáticos, é que se têm perseguido investigadores sérios, em áreas difíceis do conhecimento humano. Conheço alguns. Por exemplo, uma médica no hospital de Coimbra, que há alguns anos atrás, elaborou um estudo muito credível sobre a NDEs (Near Dead Experience) e por ter chegado a determinadas conclusões e padrões comuns, foi perseguida pela comunidade científica e pelo próprio hospital.
No entanto, as coisas vão melhorando, e hoje, já se fazem investigações de milhares de casos, por algumas universidades americanas, e outras, de NDEs e pessoas que se lembram de outras vidas, e que ao serem investigadas, acabam por ser confirmados os seus relatos. Claro que muitos casos são falsos. Mas existem já milhares de veredictos estudados e comprovados pelo redutor método científico.

Quanto ao aumento da população… no universo tudo está em evolução. Não vamos esperar que um cão ou um gato, que muitas vezes, já possui alguns comportamentos humanos, que a sua consciência irá desaparecer com a desintegração do seu veículo físico e que essa consciência, a existir, fique sempre aprisionada na mesma espécie de animal, redutora para a sua evolução… Mas muitas mais explicações existem para esse facto, que certamente não caberiam aqui. Mas devemos sempre, colocar estas ideias como hipótese de trabalho, nunca como verdades últimas… Mas também, não será correcto descartá-las de imediato, só porque à partida fogem aos nossos padrões comuns.
A população aumentará até um determinado número, depois cessará nesta Ronda.

Quanto à memória, não disse que ela não seria necessária, muito pelo contrário. O que não concordo é na memorização pura e simples, que muitas vezes não se traduz numa compreensão. Conheço muita gente, à qual diariamente lido, que são excelentes a decorarem e a memorizarem e quando chegam aos testes descarregam aquilo que decoraram e por isso, tiram excelentes notas. Mas, no final, quando se tenta “discutir” a ideia… é um fracasso total… Outros, não têm essa capacidade de memorização, e tiram piores notas a algumas disciplinas, no entanto, podemos construir ideias melhores com essas pessoas. Para além disso, o mais importante é compreender, não decorar. Essa é uma outra Memória…

Caro Amigo, o meu humilde trabalho, não pretende traduzir ideias dogmáticas e cristalizadas, mas tentar abrir novos caminhos e incentivar a uma observação diferente do Universo e do que eu acho que é a Regeneração Humana. No entanto, guiei-me por alguns autores, investigadores sérios, que também eles, não são dogmáticos, mas que servem de Inspiração.

risocordetejo disse...

Já agora, um pequeno contributo: penso que gostarias de conhecer (talvez já conheças...) um livro que se chama:
UMA BREVE HISTÓRIA DE TUDO
de Ken Wilber
Ed Via Óptima
Muito bom
Um fraterno abraço

Ana Pallito disse...

Precioso.
Obrigada

Marivan disse...

Entrei, li, gostei, segui, comentei e fuei!!!!
abçs Marivan

Maria Carmo disse...

A Maria Carmo tem estado a atravessar um período difícil... Passe no seu blogue onde os Filhos deixaram um pedido especial...

Teixeira Pedro disse...

Preciso da vossa ajuda eu tenho sério problemas no que toca com a mente

Jorge Moreira disse...

Que tipo de ajuda precisa?