quarta-feira, novembro 30, 2005

Lembrar Pessoa

 
(...)
Pois essa Pedra Cúbica partida
E a minha alma em luz pura resolvida
Eram a mesma coisa, era a verdade.
(...)
Ah quanto, quanto
Esforço antigo e doloroso o erguera
Da pedra bruta que era,
Talhado com trabalho e irado pranto
Até que o cubo certo se fizera.

E agora, concluída a magna obra,
Feito o perfeito no que é pedra e haver,
Onde é que está o coração que sobra?
(...)
E a pedra cúbica, perfeita era
Contudo aquela que se negara.

Fernando Pessoa
Foto tirada na Net. Posted by Picasa

5 comentários:

Maria do Céu Costa disse...

Aqui fica a minha homenagem a Fernando Pessoa:

Titulo:(dream)

"Qualquer coisa de obscuro permanece
No centro do meu ser. Se me conheço,
É até onde, por fim mal, tropeço
No que de mim em mim de si se esquece.

Aranha absurda que uma teia tece
Feita de solidão e de começo
Fruste, meu ser anónimo confesso
Próprio e em mim mesmo a externa treva desce.

Mas, vinda dos vestígios da distância
Ninguém trouxe ao meu pálio por ter gente
Sob ele, um rasgo de saudade ou ânsia.

Remiu-se o pecador impenitente
À sombra e cisma. Teve a eterna infância,
Em que comigo forma um mesmo ente."

Bom feriado, beijinhos.

risocordetejo disse...

Recomendo o conto de António Telmo sobre este quadro do Almada.
Abraços
R

TMara disse...

belíssima evocação. bj e ;)

Anónimo disse...

Jorge Moreira, Meu Amigo e Prezado Irmão:

Não consigo enviar-lhe comentários através do seu blog (não aceita, de resto não consigo para nenhum blog, tenho de descobrir porquê...).

Sendo assim, gostei tanto da sua homenagem a Fernando Pessoa (precisamente numa altura bem apropriada, mas que, por incrível que pareça, não foi recordada por muita gente que tinha obrigação disso, até profissionalmente!) que resolvi enviar-lhe por este meio o meu comentário e o meu Obrigado .

O seu blog demonstra capacidade de escolha qualitativa, atenção, trabalho sério e devoção a causas. E não só o blog, mas também a sua devoção à causa teosófica, que expressa de várias outras formas.

Tudo "coisas" (desculpe a expressão ...) que não são muito abundantes actualmente, apesar da facilidade dos meios de comunicação. E que, para mim (que também procuro ser responsável na vida ...) são inestimáveis.

Como demonstra que aprecia as qualidades de Fernando Pessoa (de uma genialidade nunca devidamente apreciada!), queria só recordar-lhe aquele poema, bem conhecido, mas talvez não muito compreendido (a Teosofia ajuda a entendê-lo melhor), em que o grande Poeta nos diz o seguinte:

"Valeu a pena? Tudo vale a pena
Se a alma não é pequena.
Quem quer passar além do Bojador
Tem que passar além da dor.
Deus ao mar o perigo e o abismo deu,
Mas nele é que espelhou o céu."

(Excerto de "Mar Português", da Mensagem)


Fraterno abraço,

João Parente

Anónimo disse...

Very cool design! Useful information. Go on! Houston chevrolet dealer kraco 9502 radar detector Wholesale whistler radar detector de-1783 Patron saint of sports Saab 900 dane techniczne e-gold roulette http://www.rhinoplasty-male.info/Dualmugcoffeemaker.html zocor and ms The phentermine Immediate loan approval fast cash phoenix arizona